No mês de outubro, o mercado de criptomoedas confirmou uma alta nos preços, ao contrário dos últimos meses, dando uma folga e otimismo para o restante do ano. O Bitcoin confirmou seu histórico do mês e fechou “no verde”, onde apresentou queda apenas 2 vezes em todo outubro.

A notícia que mais foi comentada pelas comunidades, foi o final da novela entre Elon Musk e Twitter, com a compra pelo valor de 44 bilhões de dólares. Prometendo um Twitter sem censuras, mais livre, Elon Musk, ferrenho defensor da criptomoeda Dogecoin (DOGE), com diversas declarações nos últimos 2 anos.

Com o anúncio da compra do Twitter, Musk comenta que o “pássaro está livre” (referência ao logo da empresa), segundo ele, a humanidade vai ter uma “praça digital comum”, uma mídia social aberta a debates de maneira saudável, sem recorrer a violência. 

Já o impacto na criptomoeda Dogecoin, foi uma alta de 144% em seu valor, as comunidades especulam que agora com a posse do Twitter por Elon, Dogecoin poderá ser o “dinheiro” da plataforma, por todo o entusiasmo e declarações feitas anteriormente pelo novo proprietário.

Já que estamos falando dele, a Tesla anunciou este mês que não realizou vendas de Bitcoin no terceiro trimestre, mas que também não comprou mais. Lembrando que a empresa vendeu, entre o primeiro e o segundo trimestre de 2022, 75% das suas participações em Bitcoin, mas ainda assim é uma das maiores instituições a possuir o criptoativo em seu caixa.

Outro fato curioso foi a cidade de Lugano, na Suíça, e o país de El Salvador, ambos tendo Bitcoin como moeda corrente, terem se unido para assinatura de memorando de entendimento de Cooperação Econômica que visa impulsionar a adoção do Bitcoin em seus territórios e regiões próximas. Além disso, foi anunciado por El Salvador, a abertura de um escritório em Lugano, com o objetivo de fomentar a adoção, e promover o intercâmbio de estudantes e talentos.

No Reino Unido, foi, finalmente, votado e aprovado uma lei que regulamenta os criptoativos. Assim, criptoativos poderão ser reconhecidos como instrumentos e produtos financeiros. Para que se sedimente a lei, falta passar pela Câmara dos Lordes (alto parlamento) e posteriormente, se aprovada, o projeto precisará da aprovação real do Rei Charles III.

Continuando no Reino Unido, quem assumiu o cargo de primeiro-ministro foi Rishi Sunak, que já declarou ser favorável às criptomoedas no passado, declarou que está trabalhando para tornar o Reino Unido um hub global de cripto.

A Coreia do Sul anunciou que em 2024 seus cidadãos terão identidades digitais baseadas em blockchain. Segundo o Presidente Suh Bo Ram, todos os serviços que não foram totalmente migrados para a Internet, podem ser feitos agora, referindo-se à identidade. O governo espera que 45 milhões de habitantes tenham suas identidades baseadas em blockchain em até 2 anos, lembrando que o povo sul-coreano é muito favorável a novas tecnologias.

Em Singapura, por causa de uma disputa de propriedade sobre um NFT da renomada coleção Bored Ape Yatch Club, o tribunal onde foi realizada essa disputa judicial reconhece, pela primeira vez no mundo, um NFT como título, dessa forma, a partir de agora, naquele país, um NFT pode ser considerado um título de propriedade, portanto, um cidadão que possui um NFT deve ter os mesmo direitos sobre ele, assim como uma pessoa que tem um título já regulamentado.

Falando sobre NFTs, em Columbia na Carolina do Sul (EUA), ocorreu a primeira venda de uma casa como NFT pelo Opensea, um dos maiores marketplaces de NFTs do mundo. Uma casa foi vendida como NFT no valor de 903 mil reais, delineando-se algo que pode ser um marco do que está por vir no futuro do setor imobiliário.

De acordo com pesquisa realizada pela Fidelity Investiments, o Ethereum está se tornando cada vez mais popular entre as instituições. Os dados mostram que a propriedade institucional do Ethereum aumentou 5 pontos nos Estados Unidos, mas Ásia e Europa seguem tendo criptomoedas ainda mais difundidas do que nos EUA quando tratamos setores institucionais.

Em outro relatório, desta vez disponibilizado pela DappRadar, revela-se que os jogos blockchain continuam a crescer, apesar da queda e atual momento do mercado cripto, a quantidade de usuários e atividades só cresce. Segundo relatório, 48% de todas as atividades apoiadas em  blockchain são representadas por jogos e o gênero que está dominando estes números é o Move2Earn (ganha-se ao fazer exercícios), mais até do que os Play2Earn (jogar para ganhar).

Na América do Sul, o ministro da economia da Argentina, Sergio Massa, afirmou que o país quer se aproximar do Bitcoin, inclusive sediará a próxima Labitconf, conferência latino americana de Bitcoin, que está sendo organizada a pedido do Ministro, por Carlos Maslatón, que é analista de mercado e ex-Xapo, fintech de criptomoedas.

Em Porto Alegre, o prefeito da cidade, Sebastião Melo, sancionou no dia 10 de outubro um novo projeto de lei, tornando o dia 22 de maio uma data comemorativa. Mas 22 de maio não é o Bitcoin Pizza Day? Exatamente, esta data é comemorada ao redor de todo o mundo por causa das 2 pizzas compradas com 10.000 BTCs em 2010.

Este projeto foi apresentado pelos vereadores Jessé Sangalli e Alexandre Bobadra, após comparecerem ao evento Bitcoin Pizza Day 2022 organizado pela comunidade blockchain de Porto Alegre e perceberem a importância das palestras e atividades relacionadas ao tema.

Outro movimento que chamou a atenção na América do Sul, foi o banco digital Nubank anunciar sua própria criptomoeda, a Nucoin, que de acordo com os mesmos, será um token de utilidade e irá oferecer benefícios aos seus clientes. A criptomoeda será desenvolvida na rede Polygon (MATIC), uma segunda camada do Ethereum, ainda não há uma data certa para o lançamento, mas pretendem disponibilizar até o primeiro semestre de 2023.

O Bitcoin este mês bateu seu recorde de dificuldade na rede, mais de 254,8 exahashes por segundo (EH/s) de poder de processamento e tendo sua dificuldade de mineração batendo uma alta de 13,55%. Esta dificuldade é a maior desde agosto de 2021, onde alcançou 13,24% e atingiu 126,07 EH/s. Em resumo, sua rede cresceu e se fortaleceu mais de 100% em um ano, apesar da desvalorização de mais de 70%.

Dia 31 de outubro, foi comemorado os 14 anos do whitepaper do Bitcoin, o documento mais importante e revolucionário da história econômica contemporânea (na nossa opinião). Sem esse documento e a divulgação do mesmo, provavelmente o Bitcoin não teria existido. Muito Obrigado Satoshi! 

Falando em Bitcoin, o mesmo abriu com o preço no mês de outubro um pouco acima de USD 19.300 e fechou o mês no valor próximo de USD 20.500, uma alta de aproximadamente 6.20%. No decorrer do mês, seu preço atingiu mínimas abaixo de USD 18.200 e pico foi de USD 21.100.

As top 10 moedas mais negociadas na Monnos no mês de outubro foram:

1. Bitcoin (BTC),

2. Tether (USDT),

3. Agix (AGIX),

4. Monnos (MNS),

5. Ethereum (ETH),

6. Dai (DAI),

7. Ripple (XRP),

8. Dogecoin (DOGE),

9. Binance USD (BUSD),

10. Cardano (ADA).

O que esperar para Novembro?

O Bitcoin está bem, fechou o mês de outubro no “verde” e o mercado espera continuidade para o próximo mês.

Segundo analistas do mercado, o Bitcoin poderá atingir ou ultrapassar 28 mil dólares neste próximo mês, caso quebre os valores de USD 23.000, mas é preciso cautela, pois ele pode continuar nesta lateralização que ocorre desde julho deste ano.

Afinal, seus fundamentos são muito bons, cada vez se provam mais. A explosão de valor e adoção acontecerá e novos topos serão feitos, é uma questão de tempo, geralmente quando a maioria estiver desacreditada. 

Posts Relacionados

Múltiplas formas de depósito.

Além das formas tradicionais de depósito em cripto inserimos uma terceira opção que vai te ajudar. No mercado de criptomoedas...

Assine nossa newsletter e receba os melhores conteúdos sobre cripto semanalmente!

E-mail cadastrado com sucesso!

Erro ao cadastrar e-mail, tente mais tarde.