BEP-20

O padrão de token BEP-20 estende o ERC-20, que é padrão de token Ethereum. Ele é usado numa ampla gama de criptomoedas na Binance Smart Chain (BSC). A sigla BEP significa Binance Smart Chain Evolution Proposal.

A BSC foi criado pela exchange de criptomoedas Binance em maio de 2020 para ser executado em paralelo, mas independentemente da blockchain da Binance. O BSC foi desenvolvido para incorporar os contratos inteligentes que não era possível com o BEP-2 (antigo padrão de token da Binance) sem sobrecarregar a blockchain da Binance, que é preferida entre os traders por seus tempos de processamento rápidos.

O padrão de token BEP-20 fornece uma estrutura para os desenvolvedores introduzirem tokens compatíveis com a estrutura BSC, ao mesmo tempo em que permite a operabilidade de DeFi e dApps. O padrão de token BEP-20 define os requisitos de como um token pode ser criado e usado.

De acordo com a documentação da Binance: O padrão BEP-20 “define a implementação de APIs para contratos inteligentes de token.

Algumas diferenças e similaridades entre o BEP-20 e o ERC-20

O padrão BEP-20 tem muitas características parecidas com os protocolos ERC-20, como o fornecimento total e o balance bem definidos, o padrão de divisibilidade e os requisitos de transferibilidade dos ativos. As transferências entre os tokens BEP-20 são facilitadas pelo BNB, a moeda nativa da Binance e os processadores de validação do BSC são recompensados ​​com BNB, da mesma forma que as taxas de gás são pagas no Ethereum.

O padrão de token BEP-20 é flexível e fácil de programar, permitindo que todos os tipos de tokens fungíveis sejam criados. Como aqueles criados usando o padrão ERC-20, os tokens BEP-20 podem ser atrelados a outra criptomoeda ou moeda fiduciária, representar títulos tokenizados ou ser usados ​​para emitir stablecoins. O padrão usado pelos tokens BEP-20 significa que qualquer token BEP-20 é totalmente compatível com todos os tokens ERC-20 e BEP-2 nas blockchains Ethereum e Binance.

  • O soft fork é uma mudança no protocolo de uma criptomoeda que é compatível com versões anteriores. Usualmente são alterações simples.

  • FOMO vem do inglês "Fear of Missing Out", que indica uma ansiedade no mercado, onde investidores não querem deixar escapar uma oportunidade.

  • O halving do Bitcoin é um evento que ocorre a cada 210.000 blocos adicionados e reduz pela metade a recompensa pela mineração do BTC.

  • Um Utility Token da ao usuário algum tipo de utilidade prática ao obtê-lo: descontos ou benefícios, acesso exclusivo a um produto, etc.

  • Um Node na rede do Bitcoin é um computador conectado a blockchain e que verifica e valida as novas transações, sempre que elas acontecem.

  • Proof of Stake (PoS), ou “Prova de Participação”, é o nome dado a um mecanismo de consenso utilizado na validação de transações.

  • O Bull Market é uma condição de mercado onde os preços subiram e tendem a continuar subindo. É um momento de grande otimismo no mercado.

  • Um Swap de tokens é um termo que pode se referir a duas coisas: transferência de ativos digitais de uma blockchain para outra blockchain

  • “Pump” é um termo que pode se referir a duas coisas: subida brusca no preço de um ativo ou impulsionamento de um ativo.

  • Satoshi Nakamoto é o pseudônimo do criador do Bitcoin. Não se sabe se Satoshi é um indivíduo ou um grupo de pessoas.