Cypherpunk

Cypherpunk pode ser usado para se referir a ativistas (indivíduos) ou a uma filosofia mais ampla. Os cypherpunks defendem o uso da criptografia como uma ferramenta para a proteção de grupos e indivíduos em um mundo onde as informações pessoais se tornaram cada vez mais acessíveis. Cypherpunks também promovem o uso de tecnologia e criptografia como meio de efetuar mudanças políticas.

O movimento começou como um grupo ainda pouco conectado no final dos anos 80 e início dos anos 90 que se comunicava principalmente por meio de fóruns de discussão online. Foi fortemente influenciado pela subcultura hacker, a crescente preocupação com os direitos civis pessoais e as implicações perturbadoras do monitoramento governamental. Isso fez do movimento cypherpunk um dos primeiros a reconhecer a crescente questão da privacidade online. Para lidar com essas preocupações, os cypherpunks colocaram uma grande ênfase na implementação de tecnologias que apoiassem a sua agenda, como criptografia privada para redes anônimas  e seguras: e-mail, navegação na web e transações financeiras.

Muitos dos avanços nas criptomoedas foram graças ao trabalho dos cypherpunks. Um bom exemplo é David Chaum com sua primeira versão de dinheiro digital, isso somado ao trabalho de Shafi Goldwasser que fortaleceu e evoluiu a computação para torná-la cada vez mais segura e eficiente.

Neste ponto, o impacto que os cypherpunks tiveram no mundo não é nada irrelevante. As várias personalidades por trás do movimento continuam a impulsionar mudanças positivas em que todos nós nos beneficiamos.

  • MetaMask é uma carteira de criptomoedas que permite aos usuários interagir com aplicações descentralizadas (dapps).

  • Um Swap de tokens é um termo que pode se referir a duas coisas: transferência de ativos digitais de uma blockchain para outra blockchain

  • Bullish vem do termo "bull market", que é usado no mundo financeiro quando o mercado está otimista em relação ao preço dos ativos.

  • Um Node na rede do Bitcoin é um computador conectado a blockchain e que verifica e valida as novas transações, sempre que elas acontecem.

  • Market cap é a quantidade de dinheiro que custaria para comprar todas as unidades existentes de um determinado ativo.

  • OBV

    OBV (On Balance Volume) é um indicador de análise técnica que relaciona volume com variações de preço.

  • Uma wallet (em português, carteira) é um software ou hardware que permite armazenar criptomoedas de forma segura.

  • FUD

    FUD vem do inglês "Fear, Uncertainty, and Doubt". Ou seja, Medo, Incerteza e Dúvida. Usualmente é usada para descrever notícias negativas no mercado.

  • O bear market é uma condição de mercado onde os preços em baixa e tendem a continuar caindo. É um momento de grande pessimismo.

  • Testemunha Segregada (SegWit) refere-se a uma mudança, uma atualização, na maneira como as transações de Bitcoin são feitas.