ICO (Initial Coin Offering)

Uma oferta inicial de moedas (ICO) é uma alternativa para empresas arrecadarem fundos no mercado de criptomoedas e blockchain. O ICO pode ser visto como uma oferta pública inicial (IPO) que usa criptomoedas.

A principal vantagem das ICOs é que remove-se os intermediários do processo de captação de capital e criam conexões diretas entre a empresa e os investidores. Além disso, os interesses de ambas as partes estarão mais alinhados.

Como exemplo prático, A Monnos optou por levantar capital através de um IEO (Initial Exchange Offering), que é muito parecido com o ICO, porém, o processo é intermediado por uma corretora de confiança. Nesse caso, foi criado o MNS token. Os usuários que confiaram no nosso projeto, compraram nossos tokens durante o IEO e nos ajudaram com o capital necessário para transformar a Monnos no que ela é hoje.

A contrapartida de todo investidor de ICO é que ele espera que o token do projeto se valorize no longo prazo.

Exemplos de ICO que deram certo

Ethereum: Em Julho de 2014 a Ethereum lançou o seu ICO e captou US$ 18 milhões de dólares, hoje é a segunda maior criptomoeda em capitalização de mercado.

Cardano: A Cardano foi um promessa de melhorar diversos pontos da Ethereum, e, por essa razão, seu ICO foi ainda mais bem sucedido, levantando um total de US$ 62 milhões de dólares.

Tezos: Apesar dos diversos problemas que aconteceram na distribuição dos tokens após a captação, a Tezos levantou impressionantes US$ 232 milhões de dólares.

  • Um único bitcoin pode ser dividido, assim como o dólar ou o real, e a menor unidade é chamada de satoshi.

  • IGO

    A IGO (Initial Gaming Offer ou Oferta Inicial de Game) é um evento de arrecadação de fundos para projetos de jogos na blockchain.

  • “Pump” é um termo que pode se referir a duas coisas: subida brusca no preço de um ativo ou impulsionamento de um ativo.

  • A volatilidade é uma variável econômica que se refere a intensidade das oscilações no preço de um determinado ativo dentro de um período te tempo.

  • Um hash é conhecido como uma função que transforma dados de tamanho arbitrários para dados de tamanho fixo e menores.

  • Proof of Stake (PoS), ou “Prova de Participação”, é o nome dado a um mecanismo de consenso utilizado na validação de transações.

  • BTFD vem do inglês "Buy the F*cking Dip". É basicamente uma forma agressiva de recomendação de compra quando o mercado está em queda.

  • Bearish ou Bear Market é quando o mercado está pessimista em relação ao preço dos ativos, o que desencadeia um período de baixa.

  • Blockchain é um registro aberto (todos podem conferir) e imutável de dados, os quais podem ou não incluir transações.

  • Bullish vem do termo "bull market", que é usado no mundo financeiro quando o mercado está otimista em relação ao preço dos ativos.