Para investir em ativos digitais com maior assertividade, é importante conhecer a dinâmica do mercado. Assim, você pode entender o comportamento dos ativos e analisar as opções disponíveis, para escolher os que atendem a dois requisitos fundamentais. Em primeiro lugar, as criptos que são coerentes com sua estratégia. Em segundo lugar, aquelas que oferecem melhores oportunidades de retorno. 

Neste artigo, você vai aprender tudo sobre um dos fatores que estão envolvidos nessa dinâmica: a capitalização de mercado. Acompanhe o conteúdo para descobrir o que é capitalização de mercado das criptomoedas, como ela funciona e porque ela é importante.

O que é capitalização de mercado das criptomoedas?

Capitalização de mercado das criptomoedas é o valor total de mercado de uma determinada criptomoeda, em determinado tempo. Ela também é conhecida pelo termo em inglês Market Cap. 

Para calcular o market cap de uma criptomoeda, é preciso contar com duas informações: o preço de negociação dessa cripto no momento atual e a quantidade total de moedas já disponíveis. Então, basta multiplicar esses dois valores.

Vamos usar um exemplo hipotético para entender melhor esse cálculo. Suponha que uma cripto tenha 10 milhões de moedas disponíveis, e cada moeda seja negociada a US$ 0,05. Nesse caso, a capitalização de mercado da criptomoeda é de US$ 500 mil.

Naturalmente, se houver variações na quantidade de moedas disponíveis ou no preço de negociação, o market cap também é alterado. Suponha que a cripto do nosso exemplo teve uma valorização de +50% e passou a ser negociada por US$ 0,075. Nesse caso, o market cap também aumenta, chegando a US$ 750 mil.

Como funciona a capitalização de mercado das criptomoedas (Market Cap)?

A capitalização de mercado das criptomoedas funciona como um reflexo das relações de oferta e demanda. Essas relações são determinantes para o preço de negociação e, portanto, para a capitalização. 

Quando há alta demanda e baixa oferta, os investidores estão dispostos a pagar mais pela cripto. Assim, o preço de negociação sobe e, consequentemente, o market cap também. Inversamente, quando há baixa demanda e alta oferta, os investidores estão dispostos a pagar menos pela cripto. Assim, o preço de negociação cai e, consequentemente, o market cap também.

Aqui, você já pode tirar uma conclusão importante. Qualquer ponto de impacto na oferta e demanda também afeta o market cap. Por exemplo, durante um período de bull market, quando os investidores estão mais otimistas, a demanda cresce. Enquanto isso, durante um período de bear market, quando os investidores estão cautelosos, a demanda cai.

A quantidade de moedas disponíveis também interfere nessa relação de oferta e demanda. Quando ela é muito grande, a oferta pode ultrapassar a demanda e derrubar o preço. Por outro lado, com uma quantidade mais restrita, a oferta fica sob controle. Esse cenário pode ajudar a manter o preço de negociação elevado e aumentar o market cap. 

No entanto, uma quantidade restrita atua, ao mesmo tempo, como um fator limitante do market cap. Afinal, como você já viu, a capitalização corresponde à quantidade de moedas disponíveis multiplicada pelo preço de negociação da moeda. Por isso, há um equilíbrio delicado na quantidade de moedas ideal para beneficiar o market cap.

Por que o Market Cap é tão importante?

Você já sabe o que é capitalização de mercado das criptomoedas e como ela funciona. O conceito é simples, mas sua aplicação envolve aspectos mais profundos da economia, como a relação de oferta e demanda. Você, como investidor, pode estar se perguntando se precisa mesmo se preocupar com essas questões.

Em outras palavras: por que o market cap é tão importante – e por que você precisa entendê-lo?

Na realidade, o market cap é um indicador relevante na hora de escolher em quais criptomoedas você vai investir. Ele indica o valor total de uma moeda, em comparação com as demais. Assim, ajuda a identificar quais moedas são mais (ou menos) dominantes no mercado de ativos digitais.

Porém, é sempre bom recordar que nenhum indicador deve ser usado como a única base para tomar decisões de investimento. O market cap deve ser combinado com outras informações, antes de escolher as criptomoedas que vão entrar na sua carteira.

Como utilizar o Market Cap nas estratégias?

A partir do momento em que você calcula a capitalização de mercado das criptomoedas, pode categorizá-las e usar essa informação para fortalecer sua estratégia de investimento. Existem três categorias: small-cap, mid-cap e large-cap.

Small-cap

As criptomoedas small-cap são aquelas que apresentam menor capitalização, inferior a US$ 1 bilhão. Elas são consideradas as moedas menos dominantes no mercado de ativos digitais, devido a baixa quantidade de moedas ou baixo preço da moeda. 

Em geral, essas moedas estão sujeitas a maior volatilidade. Por isso, são uma boa oportunidade para investidores agressivos, que buscam lucro com movimentos rápidos e fortes de valorização ou desvalorização.

Mid-cap

As criptomoedas mid-cap são aquelas que apresentam capitalização média, entre US$ 1 bilhão e US$ 10 bilhões. Elas apresentam maior risco do que as large-cap, mas também maior potencial de valorização consistente.

Large-cap

As criptomoedas small-cap são aquelas que apresentam menor capitalização, acima de US$ 10 bilhões. Elas são consideradas as moedas mais dominantes no mercado de ativos digitais. 

Essa dominância está relacionada a maior segurança no investimento. Devido à alta capitalização, movimentos pontuais dos investidores tendem a ter um impacto mais restrito sobre o preço e o market cap da moeda.

Top 10 criptomoedas com maior capitalização de mercado

Você viu no tópico anterior que as criptomoedas com maior capitalização de mercado tendem a ser opções mais seguras de investimento. Se as large-cap são a categoria mais coerente com sua estratégia de investimento, aproveite para conferir nosso Top 10 criptos com maior capitalização!

Bitcoin

Bitcoin tem o maior market cap entre as criptomoedas, de aproximadamente R$ 3,7 trilhões. São cerca de 19 milhões de moedas pelo preço médio de R$ 197 mil cada (na data de produção deste artigo).

Ethereum

Ethereum tem market cap de aproximadamente R$ 1,7 trilhão. São cerca de 120 milhões de moedas pelo preço médio de R$ 14,5 mil cada (na data de produção deste artigo).

XRP

XRP tem market cap de aproximadamente R$ 152,5 bilhões. São cerca de 48 bilhões de moedas pelo preço médio de R$ 3,00 cada (na data de produção deste artigo).

Stellar

Stellar tem market cap de aproximadamente R$ 22,5 bilhões. São cerca de 24,5 bilhões de moedas pelo preço médio de R$ 0,90 cada (na data de produção deste artigo).

Chainlink

Chainlink tem market cap de aproximadamente R$ 29 bilhões. São cerca de 467 milhões de moedas pelo preço médio de R$ 62 cada (na data de produção deste artigo).

Litecoin

Litecoin tem market cap de aproximadamente R$ 35 bilhões. São cerca de 70 milhões de moedas pelo preço médio de R$ 507 cada (na data de produção deste artigo).

Binance Coin

Binance Coin tem market cap de aproximadamente R$ 327 bilhões. São cerca de 163 milhões de moedas pelo preço médio de R$ 2,0 mil cada (na data de produção deste artigo).

Crypto.com Chain

Crypto.com Chain tem market cap de aproximadamente R$ 48,5 bilhões. São cerca de 25 bilhões de moedas pelo preço médio de R$ 1,90 cada (na data de produção deste artigo).

Bitcoin Cash

Bitcoin Cash tem market cap de aproximadamente R$ 29 bilhões. São cerca de 19 milhões de moedas pelo preço médio de R$ 1,5 mil cada (na data de produção deste artigo).

Cardano

Cardano tem market cap de aproximadamente R$ 139,5 bilhões. São cerca de 33,5 bilhões de moedas pelo preço médio de R$ 4,00 cada (na data de produção deste artigo).

Conclusão

Neste artigo, você viu o que é capitalização de mercado das criptomoedas, como ela funciona e porque ela é importante. Também aprendeu a analisar o market cap de uma cripto para tomar decisões de investimento coerentes com sua estratégia, e conheceu o Top 10 criptos com maior capitalização.

Quer conhecer outros indicadores que podem ser utilizados para escolher em quais criptomoedas investir? Confira os conteúdos do blog da Monnos!

Posts Relacionados

Múltiplas formas de depósito.

Além das formas tradicionais de depósito em cripto inserimos uma terceira opção que vai te ajudar. No mercado de criptomoedas...

Assine nossa newsletter e receba os melhores conteúdos sobre cripto semanalmente!

E-mail cadastrado com sucesso!

Erro ao cadastrar e-mail, tente mais tarde.