Consideradas recentes no mercado de investimento, as criptomoedas são ativos digitais que possuem vantagens bem particulares com relação a outros tipos de investimentos. 

Bastante procuradas por conta de sua volatilidade e altos ganhos, especialistas afirmam que investir nelas é uma forma de diversificar ainda mais a sua carteira de ativos, fazendo com que seu patrimônio cresça cada vez mais e em segurança.

No entanto, por possuir uma lógica diferente do mercado de ações, por exemplo, muita gente ainda tem dúvida de como investir em criptomoedas. E é exatamente por isso que trouxemos este texto hoje para você.

Isto posto, acompanhe a leitura e descubra como fazer isso de maneira simples e segura!

Quais as vantagens em investir em criptomoedas?

O investimento em criptomoedas pode oferecer diversas vantagens para o usuário se comparado com alguns outros existentes no mercado.

Conheça algumas:

Liberdade

Por funcionarem de maneira descentralizada, isto é, não existe um órgão para controlar as transações realizadas, as criptomoedas dão maior liberdade a quem as utiliza pelo fato das carteiras serem inconfiscáveis, desde que a sua chave privada esteja em segurança com você.

Segurança

Quando uma transação de criptoativos é realizada, apenas o hash da transação e o número do bloco são compartilhados na blockchain. Todo o resto, como dados pessoais das pessoas, não são vinculados, justamente por conta da segurança que a criptografia proporciona. Além disso, o governo não consegue confiscar a sua carteira de criptomoedas pela questão dela ser descentralizada.

Taxas baixas

As criptomoedas apresentam taxas mais baixas do que moedas fiduciárias, inclusive quando se trata de transações internacionais, uma vez que não estão sujeitas às taxas de câmbio, taxas de juros ou encargos.

Transparência

Todas as transações realizadas dentro de uma blockchain ficam registradas na rede. Além disso, essas informações não podem ser manipuladas por nenhuma organização, visto sua criptografia.

Volatilidade

Os valores das criptomoedas oscilam a todo momento e, cada vez que têm mais visibilidade, a valorização do ativo é aumentada pelo fato de novos investidores surgirem.

Quais os riscos de investir em criptomoedas?

Apesar de apresentarem diversas vantagens, as criptomoedas também trazem alguns riscos. Portanto, para que você não sofra com nenhum deles, listamos abaixo os principais que você precisa ficar atento.

Golpes

Como as criptomoedas estão em alta nos últimos anos, muitos golpistas encontraram nesse nicho uma forma de prometer ganhos fáceis aos seus “clientes”.

Sendo assim, caso você receba alguma proposta que se assemelha bastante ao esquema Pozi (um investimento que promete retornos altos e constantes), fique esperto. Além disso, pesquise sobre a idoneidade da plataforma que você irá aplicar o seu dinheiro ou sobre a “nova criptomoeda revolucionária” que surgiu de repente no mercado.

Por falar em criptomoedas novas, você já leu o nosso artigo sobre as criptomoedas promissoras para 2021? Está bem interessante!

Grau de aceitação

Atualmente, uma quantidade relativamente baixa de empresas aceita criptomoedas como forma de pagamento. Então, antes de investir boa parte do seu capital no ativo, dê uma olhada de como anda o mercado.

Volatilidade

Assim como a volatilidade pode ser uma vantagem para os criptoinvestidores, ela também pode ser um risco, pois os ajustes no valor podem funcionar como uma bolha especulativa. Ou seja, quanto mais a imprensa e o próprio mercado falam sobre uma cripto, mais pessoas interessadas nela surgem, o que acaba causando um ponto de inflexão e o despencamento do preço.

Como investir em criptomoedas?

Agora que você já conhece um pouco mais sobre as vantagens e os riscos das criptomoedas, chegou a hora de aprender como investir em criptomoedas.

Confira o passo a passo.

Escolha uma exchange

Uma das maneiras mais simples de começar a investir em criptoativos é através de exchanges, empresas que funcionam como casas de câmbio no mundo das moedas digitais. 

Diante disso, o seu primeiro passo é pesquisar quais as que mais te agradam e abrir uma conta com aquela que você escolheu. Durante o cadastro, a exchange pode pedir para que você apresente alguns documentos a fim de validar a identidade do usuário.

Crie uma carteira

Quando você fizer o cadastro em uma exchange, recomendamos que você tenha  uma carteira separada, na qual as chaves privadas fiquem sob sua custódia. Dessa forma você deixa apenas o que vai negociar com frequência na corretora, o restante  você deve guardar com segurança na sua carteira.

Descubra seu perfil de investidor

Especialistas da área afirmam que investir em criptomoedas funciona para pessoas que tenham um perfil moderado ou agressivo. No entanto, com a alta procura por ativos digitais nos últimos 2 anos, até os investidores mais conservadores podem começar a inseri-los em sua carteira para diversificá-la cada vez mais.

Escolha uma criptomoeda

Além do Bitcoin, existem outras mais de 6 mil moedas digitais disponíveis para você investir. Logo, você precisará pesquisar bem antes de colocar o seu dinheiro em uma ou mais delas, pois nem sempre um ativo com um valor alto pode ser um bom investimento naquele momento.

Defina sua estratégia

Você quer que o retorno do investimento seja a longo, médio ou curto prazo? Independentemente de qual seja a sua resposta, há estratégia para todas as opções. A única coisa que é imprescindível é o estudo de mercado, pois o mercado de criptoativos funciona a todo momento (24/7).

Estude o mercado

Para qualquer tipo de investimento, o conhecimento é fundamental para que você saiba exatamente qual decisão tomar. E no caso do mercado de criptomoedas, a grande volatilidade pode fazer com que você faça alguma coisa errada, principalmente se estiver iniciando na função. 

Comece a investir

Agora que você já tem todas as informações em mãos, é hora de ir para a prática!

Como investir em criptomoeda com segurança?

Além das dicas anteriores, outras três são super importantes de serem seguidas para que o seu investimento em criptomoedas seja seguro.

Conheça quais são:

Escolha uma exchange de confiança

Na hora de escolher uma exchange, escolha aquela que te passe confiança. Então, verifique qual o volume transacionado de cada uma das opções, bem como há quanto tempo estão no mercado. 

Informações como essas fazem toda a diferença, pois transmitem confiabilidade ao usuário.

Não deixe dinheiro na corretora se não for negociar

Quando se escuta que criptomoedas foram roubadas por hackers, na verdade significa que as criptos em posse de uma exchange foram acessadas. 

Por isso, não aplique seu dinheiro em uma se você não for negociá-lo no momento. Tenha sempre uma carteira e suas chaves privadas em mãos, pois, dessa forma, ninguém poderá ter acesso aos seus ativos.

Use uma carteira própria

É recomendado que todo investidor em moedas digitais tenha a sua própria carteira 一 e não só a que está vinculada com a exchange. Assim, verifique qual a melhor opção para você e providencie-a o quanto antes. 

Basicamente, existem dois tipos de carteiras criptos:

1) Carteiras quentes (hot wallets): são carteiras que ficam fora da internet. Podem ser hardwares ou algum meio físico de guardar as suas chaves, como o papel, por exemplo.

2) Carteiras frias (cold wallets): são carteiras online. Com elas, suas informações são salvas na nuvem e podem ser acessadas via desktop ou aplicativos mobile.

Em qual Criptomoeda investir?

Dentre todas as criptos disponíveis para investimento, selecionamos 4 delas para você conhecer um pouco mais:

Bitcoin (BTC) 

O Bitcoin foi a primeira moeda digital descentralizada do mundo, desenvolvida por um programador com o pseudônimo de Satoshi Nakamoto. Há mais de 10 anos o ativo funciona sem nenhum tipo de interrupção.

Para saber mais sobre a cripto, clique aqui e leia o artigo completo em nosso blog.

Ethereum (ETH)

Segunda maior criptomoeda do mundo, o Ethereum foi apresentado em 2014 para o mundo e apresenta algumas vantagens com relação ao Bitcoin, como contratos inteligentes e criação de DApps.

Acesse o site oficial do Ethereum clicando aqui.


Cardano (ADA)

Fundado em 2017, o Cardano é uma cripto projetada para que seus usuários possam participar ativamente na operação da rede. Por possuir um projeto open-source, a plataforma visa mudanças globais positivas, incluindo a criação de uma sociedade mais segura, transparente e justa.

Neste link, você confere mais informações sobre o projeto.

Ripple (XRP)

Com lançamento também em 2014, o Ripple além de ser uma moeda digital, também é uma rede de pagamento aberta com menores taxas e tempo de processamento mais rápido.

Saiba mais sobre essa criptomoeda aqui.

Como escolher a melhor exchange?

Para que a exchange ideal seja escolhida, você precisa ter em mente os objetivos que você busca quando se trata de investir em criptomoedas. Logo, pesquise qual a que possui maior facilidade no uso da plataforma ou a que apresenta as melhores opções na hora de comprar e vender seus ativos digitais.

A Monnos, por exemplo, é a plataforma com o processo de compra e venda mais facilitado do mercado cripto brasileiro. Aqui, além de ter acesso ao maior portfólio de criptomoedas do Brasil, você também pode copiar as estratégias dos investidores mais experientes e até usar as suas criptos no dia a dia por meio de um cartão pré-pago que as transformam em real em questão de segundos 一 e o mais legal: você recebe até 5% do valor em cashback só por usá-lo.

Mude a sua relação com as finanças. Venha para a Monnos!

Conclusão

Investir o seu dinheiro é a melhor maneira de fazer com que ele trabalhe por você 一 e apostar em novas frentes pode fazer com que você consiga aumentar ainda mais o seu capital.

Foi com essa visão que a nossa empresa surgiu lá em 2019: para que você tenha mais autonomia sobre o que é seu, além de poder ter total controle e transparência sobre tudo o que acontece com o valor investido.

Em caso de dúvidas sobre o nosso trabalho, acesse o nosso FAQ ou entre em contato.