Uma das dúvidas de novos usuários é sobre a segurança e armazenamento de seus bitcoins, ethers e outras criptomoedas. Onde guardo? É seguro? Onde é mais seguro? São perguntas normais para quem está começando nesse novo sistema financeiro.

Ter uma wallet é de crucial importância no universo das criptomoedas, já que são elas que armazenam e custodiam os cripto ativos. Mas existe um tipo de wallet que trás uma segurança a mais em relação às wallets convencionais e estas são as Cold Wallets.

O que é Cold Wallet?

Cold Wallet ou Carteira Fria, é uma wallet offline (ou parcialmente offline), ou seja, que não está conectada a internet e desta forma aumenta ainda mais a dificuldade de ter seus ativos roubados através de um ataque hacker.

Estas carteiras ficam de forma offline e só necessitam ficar online para transferir os fundos que nelas constam, por isso a citação “parcialmente offline”.

Cold Wallet vs Hot Wallet: Qual a diferença?

Hot Wallet é uma carteira de armazenamento de criptomoedas que fica diretamente conectada a internet, ou seja, fica on-line. Elas são gratuitas, muito práticas e de rápido uso.

Para entendermos o que é uma carteira fria, vamos comparar com uma carteira quente, assim você irá comparar as características de cada e suas vantagens e desvantagens.

Cold Wallet

Hot Wallets requerem conexão com a internet para acessar seus fundos e realizar transações.

Hot Wallets podem ser custodiais ou não custodiais. Isso quer dizer que existem carteiras que não dão acesso às chaves privadas para o usuário.

Hot Wallet são recomendadas para pequenos montantes de criptomoedas.

Hot Wallets são softwares, podem ser utilizados em computadores, tablets ou smartphones.

Excluindo o risco de estarem conectadas na internet, existem carteiras não custodiais seguras.

Hot Wallets geralmente são de graça. Algumas requerem algumas taxas para manutenção da mesma.

Fácil uso.

Hot Wallets são como sua carteira de dinheiro, que todo mundo sabe que está em seu bolso.

Hot Wallets são práticas e rápidas.

Hot Wallet

Cold Wallets não requerem conexão com a internet para a função de armazenamento, apenas se conectam para realizar transferências.

Cold Wallets não são custodiais. As chaves privadas da carteira sempre estão com o dono da carteira.

Cold Wallets são recomendadas para grandes montantes de criptomoedas.

Cold Wallets são físicas, como Paperwallet, Steelwallet ou Hardwallet.

São conhecidas por serem extremamente seguras.

Cold Wallets requerem investimento, principalmente se tratando de uma Hardwallet. Fora o investimento inicial, não há taxas.

Uso mais complexo, necessita uma curva de aprendizado.

Cold Wallets são como seu cofre, que ninguém sabe onde está.

Cold Wallets não são práticas para o uso do dia-a-dia.

Por que escolher esse tipo de armazenamento?

A escolha por este meio de armazenamento das suas criptomoedas é principalmente por sua segurança, pois ao contrário de carteiras quentes (hot wallets), o armazenamento em carteiras frias (cold wallets) ficam com as chaves privadas off-line, sem conexão com a internet, o que impossibilita que ataques hackers aos seus dispositivos roubem suas criptomoedas..

Ataques hackers aos dispositivos online podem gerar muita dor de cabeça aos usuários, alguns dos tipos de hacks conhecidos são: Sequestro de dados, algum software que copia o que você digita (keylogger), visualizador de tela, troca de carteiras (na hora que você copia e cola um endereço de uma carteira para fazer um transferencia, o hacker troca a carteira que foi copiada por uma carteira dele) e até controle total da máquina onde o hacker utiliza sua carteira se aberta.

E por causa da segurança, é a escolha dos Holders, quem pretende segurar a moeda no médio/longo prazo sem realizar transações de tempos em tempos. O usual é ter grande parcela de seus criptoativos em uma cold wallet e apenas o necessário em uma hot wallet, para pequenas transferências, trades, pagamentos.

Tipos de Cold Wallets

Entre as Cold Wallets existe uma gama de modelos, vamos falar sobre cada tipo disponível:

Paper Wallet 

É a cold wallet mais barata disponível para ser utilizada. Ela é uma carteira de papel, impressa ou escrita com as chaves privadas e públicas. Suas chaves são geradas de maneira offline, porém por se tratar de um papel, cuidados são necessários, já que podem rasgar, molhar, queimar, danificar a tinta, etc.

Vale a pena destacar que para a geração da mesma, é necessário um computador e impressora de confiança, assegurando-se que ambos não tenham nenhum malware bisbilhotando sua máquina, faça em sua casa e de maneira offline.

Steel Wallet 

De forma similar a Paper Wallet, é uma carteira offline, onde sua chave privada fica salva em algum tipo de placa de metal, como Aço 314 por exemplo, que é resistente a água, sal, ácido e temperaturas acima dos 1300 graus. O que a torna uma carteira extremamente mais segura que uma paper wallet contra qualquer tipo de dano físico.

Desktop/Mobile Cold Wallet 

Geralmente apenas para essa função, são computadores, notebooks ou celulares, onde apenas a wallet está instalada e ele fica offline todo o tempo, com exceção de quando quiser realizar uma movimentação. Assim tornando o dispositivo, seja um celular ou um notebook antigo, em uma Cold Wallet.

Hardware Wallet 

Chamadas simplesmente de Hardwallets, requerem um investimento, já que são mais robustas e criadas especificamente para armazenamento frio de seus criptoativos. É um dispositivo que assina as transações por meio das chaves privadas, que ficam armazenadas de forma offline.

As Hardwallets por serem uma carteira física, se conectam a um dispositivo como computador ou smartphone, e através da integração de um carteira, é possível transacionar os fundos, que requerem uma confirmação física no dispositivo, aumentando ainda mais sua segurança.

USB Cold Wallet

Essa é a menos recomendada da lista, já que você transforma uma Drive USB (Pendrive) em uma Cold Wallet e sabemos que pendrives são muito sensíveis, além de que para tornar esse tipo de Cold Wallet segura, é necessário passos extras como criptografar o mesmo, o que pode ser algo mais complexo para um usuário iniciante.

Brain Wallet (bônus da lista) 

Essa carteira irá entrar como um bônus da lista por ser mais exótica! A Brain Wallet não é física, ela é mental, o usuário decora sua chave privada em forma de frase mnemônica de 12 ou 24 palavras. Totalmente a prova de roubo, porém, não a prova de esquecimento.

Lembrando que todas essas Wallets é importante guardar de forma segura um backup da chave de acesso, seja ela uma seed ou frase mnemônica, já que os dispositivos físicos como as Hardwallet podem ser danificadas e ter seu funcionamento limitado ou até não ter funcionamento.

Como escolher a melhor cold wallet para mim?

O primeiro passo para a escolha de uma cold wallet é a segurança, que é o mais importante! Depois disto, a facilidade de uso, se você é usuário que não pretende transacionar no curto prazo, não precisa se prender a isto. Também importante ressaltar o tamanho da mesma, já que se você irá viajar pelo mundo por exemplo, uma compacta e confortável é mais interessante.

Além disso, para escolher a melhor cold wallet para você, depende de quanto você pode investir e de quanto você irá armazenar. Mas a resposta curta é: A melhor cold wallet é a que você pode comprar, o importante é que você tenha uma cold wallet.

Então vamos supor que você tenha um montante de criptomoedas que valem em torno de 300 reais, uma hardwallet no mercado irá ultrapassar esse valor, custando em torno de 600 reais no Brasil. Talvez essa não seja a melhor opção para você, já que com esse valor investido você poderá adquirir mais criptomoedas. Uma Paper Wallet seria a escolha mais plausível.

Já se você tem grandes valores em criptoativos, vamos supor que seja 20 mil reais, a escolha seria investir em uma hardwallet robusta para você ter ainda mais tranquilidade e segurança no armazenamento de seus fundos.

A recomendação ideal é ter uma Hardwallet para facilitar o uso quando precisar movimentar os fundos e uma Steel Wallet para armazenar a chave privada desta Hardwallet. Imaginando um cenário onde essa Hardwallet apresenta defeitos e fica inutilizável, com o backup da chave privada em uma Steel Wallet, que é a prova de causas naturais, terá certeza que sua chave está em perfeitas condições, além de segura. Assim você consegue restaurar sua carteira sem desespero até comprar uma nova Hardwallet.

Conclusão

Depois de aprender o que é uma Cold Wallet e suas variedades, de como ela é mais segura para armazenar suas criptomoedas em um ambiente off-line. Conclui-se que é muito importante ter uma para armazenar e ficar mais tranquilo com seus Bitcoins e outros criptoativos.

Existem opções mais seguras, outras mais práticas, umas mais caras e outras mais baratas, e a escolha de qual usar só depende de você e de seu perfil de investidor.

Lembre sempre de deixar grande parte do montante de seus criptoativos em uma cold wallet e apenas o necessário em uma hot wallet para eventuais transferências, assim você terá mais praticidade para transacionar rapidamente pequenos valores e aproveitar oportunidades e manterá seu patrimônio em segurança.