AMM (Automated Market Maker)

AMM é uma sigla para Automated Market Maker, que em português seria Criador de Mercado Automatizado.

Você pode pensar no AMM como um “robô” que faz a cotação entre dois ativos (Bitcoin e reais, por exemplo).

Existem algumas centenas de pessoas querendo comprar Bitcoin em um site, enquanto outras centenas querem vender – então o “robô” diz qual é o preço de venda com base em alguns fatores.

Falando de maneira um pouco mais técnica, AMM é um tipo de protocolo que utiliza uma fórmula matemática para definir cotações, sendo que nem todos os protocolos utilizam exatamente a mesma fórmula.

A fórmula

A fórmula abaixo é uma das mais comumente usadas.

x * y = k

– X é quantidade do primeiro ativo do par disponível no pool de liquidez.

– Y é quantidade do segundo ativo do par disponível no pool de liquidez.

– K é uma constante fixa que relaciona os dois ativos.

Pools de Liquidez

Para você conseguir vender em uma corretora de ativos digitais, também conhecida no mundo das criptomoedas como exchange, é preciso que exista alguém do outro lado disposto a comprar. Essa facilidade para realizar transações é chamada de liquidez.

Já que o AMM é um recurso muito usado por exchanges descentralizadas, vamos entender como elas promovem a liquidez para seus usuários – e também o que são os tais pools citados na fórmula.

Esses pools são espaços controlados por smart contracts onde provedores de liquidez depositam ativos, os quais serão usados em transações, e em troca recebem recompensas.

Por exemplo, quando você vai para a Uniswap, que é uma exchange descentralizada, e deseja comprar Ether (ETH) pagando com USDC, o que acontece é o seguinte:

– Você informa quantos USDCs quer trocar por ETH.

– A Uniswap te oferece uma cotação usando a fórmula x * y = k

– Ao aceitar a cotação, a Uniswap pega seu USDC e o coloca no pool (aumentando a quantidade de USDC nele) e envia ETH para sua carteira (diminuindo a quantidade de ETH disponível no pool).

– Parte das taxas cobradas irão para a Uniswap e parte irão para os provedores de liquidez como recompensa por eles terem adicionado ETH e USDC no pool e possibilitado que você realizasse a compra.

Os provedores de liquidez

O papel dos pools de liquidez é vital. Sem eles, as transações perderiam muita agilidade.

Uma vez que um provedor de liquidez deixa seus ativos em um pool, ele tem custos de oportunidade, por isso recebe parte das taxas pagas pelos usuários de exchanges descentralizadas.

Em alguns casos, os provedores também podem receber outras “regalias”, como tomar decisões referentes a corretora.

Quando eles fazem um depósito, recebem um token que representa seu investimento, chamado de token de pool.

As taxas de negociação pagas pelos usuários que usam o pool são distribuídas automaticamente e de forma proporcional ao tamanho do investimento. Por tanto, um provedor que depositou 2% de todos os ativos presentes em um pool tem direito a 2% do valor total arrecado em taxas.

Quando um usuário deseja retirar seus ativos depositados no pool de liquidez, ele “queima” seus tokens e pode realizar o saque.

  • Satoshi Nakamoto é o pseudônimo do criador do Bitcoin. Não se sabe se Satoshi é um indivíduo ou um grupo de pessoas.

  • Mining rig ou “plataforma de mineração” é um equipamento ou um arranjo de equipamentos feito para minerar criptomoedas.

  • Day trade é uma estratégia arrojada, consiste em comprar um ativo na baixa e vender na alta no mesmo dia, buscando lucro de curto prazo.

  • A hash rate, também conhecida como hash power, é parte fundamental de qualquer cripto que possui consenso de proof-of-work, como o Bitcoin.

  • O mempool é onde as transações válidas na rede do Bitcoin aguardam a sua confirmação. Quanto maior o mempool, maior o congestionamento.

  • Um Utility Token da ao usuário algum tipo de utilidade prática ao obtê-lo: descontos ou benefícios, acesso exclusivo a um produto, etc.

  • FUD

    FUD vem do inglês "Fear, Uncertainty, and Doubt". Ou seja, Medo, Incerteza e Dúvida. Usualmente é usada para descrever notícias negativas no mercado.

  • TVL

    O Total Value Locked (TVL), ou em português, Valor Total Bloqueado, é a quantidade de fundos que usuários depositaram em uma plataforma DeFi.

  • O BEP-20 é o padrão de token da Binance Smart Chain. Na BSC, pode-se desenvolver Dapps, assim como os ERC-20, no caso da Ethereum.

  • A volatilidade é uma variável econômica que se refere a intensidade das oscilações no preço de um determinado ativo dentro de um período te tempo.