Vitalik Buterin

Vitalik Buterin é co-criador e inventor do Ethereum – e tinha apenas 19 anos quando idealizou o projeto em 2013!

Vitalik é escritor e programador. Filho de uma canadense e de um russo, ele nasceu em Kolimna, na Rússia, em 1994. Aos seis anos, se mudou para o Canadá com os pais, que estavam em buscas de melhores oportunidades.

No terceiro ano da escola primária no Canadá, passou a frequentar uma classe para crianças superdotadas e começou a se aprofundar em matérias como matemática, economia e programação. Posteriormente, Buterin estudou na Escola Abelard, uma escola particular em Toronto.

O jovem empreendedor conheceu o Bitcoin aos 17 anos, através de seu pai.

Após o colegial, Buterin frequentou a Universidade de Waterloo. Lá, ele foi assistente de pesquisa do criptógrafo e cypherpunk Ian Goldberg, co-criador do Off-the-Record Messaging.

Em 2013, ele visitou desenvolvedores em outros países. No final daquele ano, voltou a Toronto e publicou um white paper propondo a criação do Ethereum.

O projeto da Ethereum foi oficialmente anunciado no começo de 2014, e a equipe era constituída por Vitalik e mais cinco membros. Depois de ter recebido a “bolsa” Thiel Fellowship no valor de US$ 100.000, ele abandonou a faculdade que estava cursando e passou a se dedicar ao projeto em tempo integral.

Política

Vitalik tem valores libertários. Ele advoga por respeito a propriedade privada do indivíduo frente ao Estado.

Em junho de 2022, ele postou o seguinte em seu perfil no Twitter:

“Há um elemento de ‘competimos onde devemos’ (por exemplo, se seu movimento bonitinho defende tornar a privacidade financeira globalmente ilegal, desculpe, mas vou lutar contra você), mas acho que o espaço para cooperação e apreciação entre as tribos, é maior do que muitos pensam.”

Carreira

Em setembro de 2011, Mihai Alisie convidou Buterin para criar com ela uma revista chamada Bitcoin Magazine, proposta que Buterin aceitaria como o primeiro cofundador e contribuiria como escritor líder. Ele também ocupou um cargo no conselho editorial da Ledger em 2016, uma revista acadêmica revisada por pares que publica artigos de pesquisa originais completos sobre os assuntos de criptomoeda e tecnologia blockchain.

  • Uma Hot Wallet, ou “carteira quente”, é uma carteira conectada a internet. São amplamente usadas, mas oferecem menor segurança que as Cold Wallets.

  • ATH é uma abreviação para o termo "All Time High", que é o preço mais alto que um ativo já chegou em seu histórico.

  • Slippage é quando você não consegue executar uma compra pelo preço que pretendia e a compra acaba saindo mais cara que o esperado.

  • O bear market é uma condição de mercado onde os preços em baixa e tendem a continuar caindo. É um momento de grande pessimismo.

  • Liquidez é a facilidade para converter um ativo em outro. Exemplo: se você tem um ativo e consegue vendê-lo rapidamente, esse ativo tem liquidez.

  • FUD

    FUD vem do inglês "Fear, Uncertainty, and Doubt". Ou seja, Medo, Incerteza e Dúvida. Usualmente é usada para descrever notícias negativas no mercado.

  • Um contrato inteligente, ou smart contract, é um contrato feito em linguagem de programação executado automaticamente entre duas entidades.

  • OBV

    OBV (On Balance Volume) é um indicador de análise técnica que relaciona volume com variações de preço.

  • Uma wallet (em português, carteira) é um software ou hardware que permite armazenar criptomoedas de forma segura.

  • As block rewards (recompensas de bloco) são as unidades de moeda criptográfica ganhas por validadores por seu trabalho em uma blockchain.