O mercado de criptoativos está revolucionando o mercado financeiro. Há uma corrida para o desenvolvimento de novos ativos digitais capazes de gerar valor econômico. Os investidores têm a missão de acompanhar esses novos ativos, para identificar e capturar oportunidades. Você se interessa pelo mercado de criptoativos? Então, precisa saber o que é Elrond (EGLD).

O que é Elrond (EGLD)?

Elrond (EGLD) é uma plataforma baseada em blockchain. Por meio dessa plataforma, é possível desenvolver aplicações descentralizadas. 

Seu foco é na resolução de um problema recorrente em outras redes de blockchain: o “congestionamento” do tráfego de informações. Em outras palavras, a plataforma visa oferecer maior escalabilidade. 

A Elrond permite realizar até 15 mil transações por segundo. Assim, é uma das redes de blockchain mais rápidas em operação atualmente. 

Quem são os fundadores do Elrond?

A plataforma Elrond foi criada por Lucian Todea, Lucian Mincu e Beniamin Mincu. O lançamento ocorreu em 2017. 

Lucian Mincu e Beniamin Mincu são irmãos. Eles também foram co-fundadores do ICO Market Data, uma plataforma que agrega informações sobre ofertas iniciais de criptomoedas, e do MetaChain Capital, um fundo de investimento em ativos digitais.

Atualmente, Lucian Todea ocupa o cargo de COO – Chief Operating Officer (Diretor de Operações) da Elrond. Lucian Mincu é o CIO – Chief Information Officer (Diretor de TI). Beniamin Mincu é o CEO – Chief Executive Officer (Presidente).

Como funciona o token Elrond?

O token da plataforma Elrond recebeu o nome de eGold. Ele é negociado com o ticker EGLD. Essa é uma criptomoeda que pode ser utilizada em transações realizadas na própria rede. Nos próximos tópicos, você vai conferir alguns dos aspectos técnicos da rede Elrond e do token EGLD.

Fragmentação de estado adaptável

Fragmentação de estado adaptável, ou Adaptive State Sharding, é a abordagem da Elrond para aumentar a taxa de transferência efetiva de dados na rede. Uma taxa de transferência efetiva mais alta representa um maior potencial de escalabilidade para essa plataforma. 

A abordagem da Elrond combina os três tipos de fragmentação: Estado, Transação e Rede. Dessa maneira, aproveita as vantagens de cada um deles. 

Como resultado, essa abordagem criou uma solução que melhora a comunicação dentro dos fragmentos. Além disso, por meio do processamento paralelo, essa solução aprimora significativamente o desempenho da rede.

Prova segura de participação (SPoS)

A rede de blockchain Elrond usa um mecanismo de consenso chamado de Secure Proof of Stake (SPoS), ou Prova Segura de Participação. Esse mecanismo foi proposto pela própria equipe responsável pela Elrond. Ele é uma variação de um protocolo mais comum, o Proof of Stake (PoS), ou Prova de Participação. 

Segundo os desenvolvedores por trás do SPoS, este mecanismo é mais rápido, além de garantir segurança em longo prazo e distribuição justa dos dados. Para completar, ele é eficiente, pois elimina a necessidade de algoritmos Proof of Work (PoW), ou Prova de Trabalho, que requerem muita energia.

Elrond VM

A Elrond Virtual Machine (Elrond VM) é um recurso voltado para viabilizar o desenvolvimento e a execução de smart contracts, isto é, contratos inteligentes. Esse recurso foi construído na linguagem WebAssembly – WASM. 

Com a Elrond VM, uma gama de linguagens de programação mais ampla foi colocada à disposição dos desenvolvedores de smart contracts. Esses profissionais podem utilizar Rust, C, C++, C# e Typescript em seus projetos. Na prática, isso facilita o trabalho dos desenvolvedores, que podem usar a linguagem com a qual estiverem mais familiarizados para programar os smart contracts.

A Elrond VM oferece um ambiente para desenvolver o código, fazer a compilação em WASM e realizar o debug no formato WAT, que é mais acessível para leitura.

Metachain

Metachain é um formato de blockchain que roda em um fragmento especial. As principais tarefas desse fragmento não são o processamento de transações. Em vez disso, ele é dedicado a verificar e finalizar os headers de blocos dos fragmentos já processados.

Dessa maneira, esse formato torna mais fácil a comunicação entre fragmentos. Ele também favorece o armazenamento e manutenção de um registro dos Validadores, o disparo de novos epochs, o mecanismo de slashing e outros aspectos do blockchain.

Node

Node é uma máquina física ou virtual – servidor, computador, smartphone – que roda o programa cliente do Elrond e repassa os dados recebidos de seus pares na rede. O Node pode desempenhar um papel, entre Validador, Observador ou Pescador. Cada um desses papéis oferece um certo nível de apoio à rede e, portanto, recebe recompensas proporcionais.

Validadores são Nodes que processam transações e garantem a segurança da rede, participando do mecanismo de consenso. Observadores são Nodes passivos, que apenas agem como interface de leitura e repasse de dados. Pescadores são Nodes que verificam a validade de blocos de dados e afastam blocos inválidos.

O que há de tão especial na criptomoeda Elrond?

A criptomoeda Elrond – ou, para usar uma abordagem mais técnica, o token EGLD – é a unidade de valor nativa da plataforma Elrond. 

Isso significa que ela funciona como um instrumento para viabilizar as transações nessa rede, possibilitando a realização de trocas entre desenvolvedores e usuários. Além disso, ela também é utilizada como recompensa para Validadores, Observadores ou Pescadores.

Além de possuir um vasto ecossistema de confiança do mercado, confira na imagem abaixo:

O que torna o token Elrond único?

Para entender melhor os diferenciais do token Elrond, vamos comparar com duas outras alternativas: Ethereum (ETH) e Algorand (ALGO).

Em comparação com Ethereum, a Elrond reduz o consumo de energia e o desperdício computacional gerados pelos algoritmos de Prova de Trabalho (PoW). Isso é possível graças à combinação de  Fragmentação de Estado Adaptável e Prova Segura de Participação.

Em comparação com Algorand, a Elrond aumenta a taxa de transferência efetiva da rede, ou seja, garante maior escalabilidade. Ela também reduziu o tempo de seleção do grupo de consenso, de 12 segundos para menos de 1 segundo, o que torna as transações mais ágeis.

Como a rede Elrond é protegida?

A rede Elrond é protegida por meio de Prova Segura de Participação (SPoS). Esse é um mecanismo de consenso derivado da Prova de Participação (PoS), utilizado na Ethereum. 

Em comparação com o protocolo PoS, o SPoS utilizado na Elrond é mais avançado em relação a segurança e a distribuição justa de blocos de dados na rede. 

Além disso, em comparação com outro mecanismo comum, a Prova de Trabalho (PoW), ele é considerado significativamente mais barato, especialmente em termos de consumo de energia.

Quantas moedas EGLD há em circulação?

Existe um total de 19,96 milhões de moedas EGLD em circulação. Além disso, a quantidade máxima de moedas EGLD é de 31,42 milhões.

Quanto vale 1 EGLD?

O valor de 1 EGLD, assim como da maioria das criptos, costuma ser expresso de duas formas diferentes: em relação ao dólar (USD) ou em relação ao Bitcoin (BTC)

Além disso, você pode encontrar na internet taxas de câmbio menos comuns, correlacionadas com outras moedas e criptomoedas. No site da Monnos, por exemplo, você confere o valor do EGLD em relação ao real (BRL).

Não se esqueça de que o EGLD tem uma cotação variável ao longo do tempo. Ela pode se valorizar ou desvalorizar, em decorrência de inúmeros fatores. Quer saber quanto vale 1 EGLD hoje, na data em que você está lendo esse artigo, além de conferir seu desempenho histórico? Então, acompanhe os gráficos no próximo item.

EGLD vale a pena?

Para decidir se vale a pena investir em EGLD, você precisa analisar os números. É sempre importante reforçar que desempenho passado não é garantia de resultados futuros. Mesmo assim, o histórico da criptomoeda pode trazer alguns indicadores do seu potencial de valorização. Abaixo, você encontra as informações mais importantes e atualizadas sobre EGLD.

Elrond (EGLD) gráfico e cotação

Você pode acompanhar a cotação e o gráfico da Elrond clicando aqui.

Como e onde comprar Elrond (EGLD)?

Agora, vamos falar um pouco sobre como investir em criptomoedas. Para comprar Elrond (EGLD), você precisa realizar uma transação por meio de uma corretora. Por isso, o primeiro passo é criar sua conta. 

A maioria das corretoras que permitem negociar cripto são especializadas apenas em ativos digitais. Algumas plataformas de investimento em ativos tradicionais estão começando a disponibilizar ativos digitais, mas esse tipo de iniciativa ainda está apenas nos primeiros passos.

Depois de escolher sua corretora e criar uma conta, será preciso depositar valores nessa conta. É com esse dinheiro que você vai efetuar as transações.

Em seguida, é recomendável acompanhar a cotação do EGLD. Assim, você vai conseguir escolher o momento ideal para comprar e maximizar o potencial de retorno do seu investimento.

Quando chegar a hora certa, basta criar uma ordem de compra. Nessa ordem, você vai indicar a criptomoeda que quer comprar – seja EGLD ou qualquer outra –, a quantidade de moedas e o valor a pagar por cada moeda. Assim que houver um investidor vendendo EGLD por um valor compatível com o da sua ordem de compra, o negócio é fechado entre vocês.

Vale a pena lembrar que, ao contrário das moedas tradicionais, as criptos podem ser fracionadas. Ou seja, você pode comprar qualquer quantidade: 100 EGLD, 10 EGLD ou 0,0001 EGLD. Assim, todos conseguem investir, independentemente do valor da criptomoeda ou do capital que você tem disponível.

Na Monnos, você consegue negociar EGLD e mais de 70 outras criptomoedas. Além de ter o maior portfólio de criptos do Brasil, a plataforma também oferece a maior simplicidade de negociação do mercado e taxas acessíveis.

Em qual carteira posso guardar Elrond (EGLD)?

Depois de comprar criptomoedas, você precisa de uma carteira digital onde elas são armazenadas. Vale a pena lembrar que cripto não é uma moeda física; são dados. E, como qualquer dado, ela precisa ser salva em um local seguro. 

Entre as muitas carteiras digitais disponíveis no mercado, veja algumas das opções consideradas mais confiáveis:

Elrond Wallet é a carteira digital de cripto da própria Elrond, destinada especificamente ao armazenamento dos tokens nativos da rede

MetaMask é uma alternativa que, além de carteira digital de cripto, também oferece um canal para o usuário explorar aplicativos de blockchain

Trust Wallet apresenta, como um de seus destaques, a possibilidade de armazenar também NFTs, um tipo diferente de criptoativo

Trezor é uma hardware wallet, ou seja, ela é mantida offline, em um dispositivo físico, para evitar roubos e vazamentos de dados

Ledger é mais uma hardware wallet e, em breve, deve lançar um cartão de débito para possibilitar a realização de pagamentos com cripto em maquininhas

Para alguns investidores, a necessidade de uma carteira digital acaba se tornando um obstáculo. Por um lado, isso aumenta a quantidade de serviços que você precisa contratar. Por outro, isso gera mais dúvidas sobre como escolher o serviço ideal.

A Monnos resolve definitivamente esse obstáculo, porque oferece um serviço completo. Na mesma plataforma, você conta com a corretora, para efetuar a compra de EGLD, e com a carteira, para armazenar suas criptomoedas em segurança.

Conclusão

Neste artigo, você conheceu mais uma plataforma de blockchain, a Elrond, e seu token nativo, a criptomoeda EGLD. Além de entender melhor os principais aspectos técnicos, também aprendeu os passos básicos para começar a investir nessa cripto.

Para conhecer outros ativos digitais e aprender mais sobre como investir nesse mercado, acompanhe os conteúdos da Monnos.