Token Swap

Um Swap de tokens é um termo que pode se referir a duas coisas: transferência de ativos digitais de uma blockchain para outra blockchain ou simplesmente troca de um ativo digital por outro.

O primeiro geralmente ocorre quando um projeto utiliza uma blockchain para arrecadar fundos e depois transfere seus tokens para a sua própria blockchain. Foi isto que aconteceu com a EOS, por exemplo.

O segundo é simplesmente trocar um ativo digital diretamente por outro: como quando uma pessoa vai a uma um site de compra e venda de criptomoedas, comumente chamado exchange ou corretora, e troca Bitcoin por Ethereum.

Nesse texto, iremos nos focar nessa segunda definição.

Como funciona?

Como mencionado, a ideia é que o investidor possa trocar diretamente ativo A por ativo B.

Por exemplo, se você algum dia quiser trocar algumas unidades da criptomoeda Compound (COMP) por unidades de Zilliqa (ZIL) vai perceber que existem poucas exchanges onde isso é possível. Poucas trabalham com as duas.

Então, você provavelmente teria que seguir o passo-a-passo que será descrito a seguir.

Primeiramente, você teria que vender COMP por outra criptomoeda mais conhecida ou por dinheiro estatal em uma exchange. Vamos supor que você optou por trocar COMP por Bitcoin.

Depois, você iria transferir seus bitcoins para uma exchange que trabalha com ZIL e fazer a troca de Bitcoin por ZIL.

Está bem claro que este processo é longo – e é também ineficaz em termos de custo. Para executar essa troca, você teria que pagar taxas de transação pelo menos duas vezes.

Além disso, é impossível avaliar como a volatilidade dos preços pode afetar a rentabilidade da operação. Ou seja: entre todo o tempo de converter COMP em outra moeda, para depois mandar as unidades dessa moeda para a outra exchange e então adquirir ZIL, talvez o preço da ZIL tenha se alterado e nem seja mais atrativo para você. Lembre-se de que os preços dos ativos criptográficos costumam ser voláteis.

É justamente para evitar todos esses inconvenientes que exchanges, carteiras de moedas digitais e diversas plataformas possibilitam que ativos sejam trocados direta e instantaneamente.  Tudo o que você precisa fazer é informar a quantia que deseja trocar, qual ativo você deseja adquirir e a cotação que te interessa.

Essencialmente, o que esse tipo de serviço traz à mesa é simplicidade, rapidez, acessibilidade e segurança.

  • Proof of Stake (PoS), ou “Prova de Participação”, é o nome dado a um mecanismo de consenso utilizado na validação de transações.

  • P2P (peer-to-peer) no contexto de cripto, trata-se de transações entre dois indivíduos sem um intermediário, como uma corretora, por exemplo.

  • Um Node na rede do Bitcoin é um computador conectado a blockchain e que verifica e valida as novas transações, sempre que elas acontecem.

  • Paper wallet é um pedaço de papel onde estão escritas as chaves pública e privada que compõem a sua carteira digital. Também chamada de carteira de papel.

  • A hash rate, também conhecida como hash power, é parte fundamental de qualquer cripto que possui consenso de proof-of-work, como o Bitcoin.

  • Um hash é conhecido como uma função que transforma dados de tamanho arbitrários para dados de tamanho fixo e menores.

  • Uma altcoin é toda e qualquer moeda que não seja o Bitcoin. "Alt" vem de alternative (que inglês significa alternativo).

  • Baleia é nada mais do que uma forma de denominar uma pessoa que é dona de uma grande quantia de ativos.

  • Um único bitcoin pode ser dividido, assim como o dólar ou o real, e a menor unidade é chamada de satoshi.

  • Um Utility Token da ao usuário algum tipo de utilidade prática ao obtê-lo: descontos ou benefícios, acesso exclusivo a um produto, etc.