Hash

Um Hash ou uma função hash é qualquer algoritmo que mapeia dados de tamanho arbitrário para dados de tamanho fixo. Os valores retornados por uma função de hash são chamados de valores de hash, códigos de hash, somas de hash, somas de verificação ou simplesmente hashes. O desenvolvimento recente de redes de pagamento pela Internet e dinheiro digital, como Bitcoin, também usa uma forma de ‘hashing’ para somas de verificação e trouxe atenção adicional ao termo.

O Bitcoin usa o algoritmo de hash SHA-256 para gerar números “aleatórios” verificáveis ​​de uma maneira que requer uma quantidade previsível de esforço da CPU. Gerar um hash SHA-256 com um valor menor que o valor do alvo acabado resolvendo o problema de um bloco e, como recompensa, você ganha algumas moedas.

Como a hash funciona no Bitcoin?

No protocolo do bitcoin, as funções de hash fazem parte do algoritmo de hash de bloco que é usado para gravar novas transações na blockchain por meio do processo de mineração.

Na função de hash na mineração do bitcoin, os inputs para a função são sempre as transações mais recentes, ainda não confirmadas (juntamente com algumas entradas adicionais relacionadas ao timestamp de data/hora e uma referência ao bloco anterior).

Resolver as funções de hash no bloco bitcoin requer uma quantidade extremamente grande de  poder computacional (o poder de processamento combinado de todos os computadores da rede ainda leva aproximadamente 10 minutos para resolver o problema matemático de um bloco ).

É a necessidade dessa grande quantidade de poder de processamento que indica que novos bitcoins ainda serão minerados por um longo período de tempo.

Para ganhar bitcoins através da mineração, você precisa trabalhar muito para resolver o problema matemático de um bloco – e ao ganhar essa recompensa, você está fechando todas as novas transações em um bloco, que é adicionado ao bloco permanente, onde há o registro de todas as transações anteriores: o blockchain.

  • Em criptomoedas, fork é uma atualização no protocolo de um moeda. No inglês, o significado é "bifurcação" e é exatamente isso que acontece.

  • Uma Cold Wallet é um carteira que serve para guardar criptomoedas de maneira offline, ou seja, sem estar conectado a internet. É mais segura que as demais carteiras.

  • Um token é uma criptomoeda criada dentro de uma blockchain já existente. Diversos ativos pode ser tokenizados: ações, arte e muito mais.

  • Rekt vem do inglês "wrecked", que significa destruído. Estar "rekt" significa estar tomando diversos prejuízos em determinado período.

  • Um Node na rede do Bitcoin é um computador conectado a blockchain e que verifica e valida as novas transações, sempre que elas acontecem.

  • Criptografia é um mecanismo usado para garantir a privacidade de dados. Converte texto simples legível por humanos em texto incompreensível.

  • Mining rig ou “plataforma de mineração” é um equipamento ou um arranjo de equipamentos feito para minerar criptomoedas.

  • Os Cypherpunks são ativistas digitais focados na privacidade e segurança de ativos digitais. Utilizam a criptografia como sua principal ferramenta.

  • Dump, ou despejo em português, é um termo usado para designar uma queda abrupta no preço de um ativo

  • Cat bounce (“quique do gato”) é o nome dado a pequenas “subidas” no preço dos ativos mesmo que, no panorama geral, estejam se desvalorizando.