Quando se pensa em blockchain, é muito comum relacionar o assunto com Bitcoin ou Ethereum. No entanto, além dessas, existem muitas outras que têm a mesma utilidade – ou até mais – que elas.

No caso da Ethereum, que foi a primeira rede a suportar serviços que não fossem estritamente financeiros, muitas plataformas já foram desenvolvidas justamente para competirem com ela, especialmente na questão da velocidade e taxas de transação.

Dentre elas, encontra-se o Tezos, uma alternativa que vem chamando bastante a atenção tanto de desenvolvedores quanto de investidores.

Acompanhe o artigo e saiba mais sobre essa criptomoeda.

O Que É Tezos (XTZ)?

Blockchain baseada em contratos inteligentes, o Tezos é uma tecnologia peer-to-peer (P2P) que visa oferecer uma infraestrutura bem melhor que sua principal concorrente: a Ethereum.

Desenvolvida para suportar aplicativos descentralizados (dApps), a rede Tezos é capaz de evoluir sem precisar passar por um processo de fork. Além disso, seus usuários participam ativamente de todo o processo de governança e das atualizações – e, para que se possa votar nelas, é preciso ter posse dos tokens XTZ.

Segundo o próprio projeto, o Tezos é o futuro da internet, pois tem o usuário como seu centro, uma das principais características almejadas pela Web3.

Quem fundou o Tezos?

Em 2014, o matemático Arthur Breitman escreveu o whitepaper do Tezos. No entanto, ele só foi lançado apenas 3 anos depois, junto à Fundação Tezos. 

Todo o protocolo que sustentaria a rede foi desenvolvido pela startup Dynamic Ledger Solutions, fundada por Breitman e sua esposa, Kathleen. Contudo, essa empresa foi comprada pela Fundação Tezos para garantir que toda a propriedade intelectual do Tezos seria dela.

No ano de seu lançamento (2017), um ICO (Oferta Inicial de Moedas) foi realizado, tornando-se, inclusive, um dos maiores da história. Ao todo, foram levantados US$ 232 milhões.

Quais as vantagens do Tezos (XTZ)?

Por ser uma plataforma de código aberto, o Tezos visa solucionar os obstáculos enfrentados pelas demais blockchains – e tudo com o apoio de uma comunidade robusta, composta por validadores, pesquisadores e desenvolvedores.

Conheça abaixo algumas das vantagens da rede:

Segurança de nível institucional

Projetado com as linguagens OCaml e Michelson, o Tezos fornece alta segurança a todos, principalmente quando precisa ser atualizado.

Governança pelas pessoas

A comunidade do Tezos é bastante ativa nas decisões que envolvem a plataforma. Dentro da rede, os investidores podem propor, avaliar e aprovar alterações, o que fortalece a inovação colaborativa.

Um algoritmo com eficiência de energia

Atualmente, um dos grandes embates das blockchains das principais criptos é o alto consumo de energia para a mineração. Porém, o Tezos não utiliza o consenso de proof-of-work, mas sim o proof-of-stake.

Dessa forma, a blockchain da rede torna-se mais ecologicamente correta, reduzindo o consumo de energia necessário para que possa operar.

De acordo com um relatório divulgado pelo próprio Tezos, a pegada de carbono anual da rede equivale à pegada energética de 17 pessoas.

Contratos mais inteligentes

Os contratos inteligentes do Tezos usam verificação formal, ou seja, são matematicamente verificados, confiáveis e seguros.

Taxas baixas

O Tezos possibilita diversas transações por taxas mais baixas do que as praticadas no mercado. Em 2020, por exemplo, foi implementada uma atualização de protocolo que reduz as taxas de gás de contratos inteligentes em torno de 75% – e tudo isso para atrair cada vez mais projetos DeFi.

Sem bifurcação e atualizável

A rede Tezos faz todos os seus ajustes sem precisar passar por um fork. Sendo assim, todas as atualizações que precisam ser feitas ocorrem enquanto a blockchain está em pleno funcionamento – e o melhor: sua capacidade de execução não é afetada.

Escalável

Por se manter sempre atualizado, a arquitetura modular e o mecanismo de upgrade do Tezos minimiza as interrupções que podem ocorrer dentro de uma blockchain.

NFTs

O Tezos possibilita a criação de NFTs dentro de sua rede – inclusive, para que um token não-fungível seja criado, custa apenas uma fração de 1 Tez. 

Além disso, os usuários da rede podem vender e coletar os ativos em marketplaces baseados no Tezos, como Rarible e Arago.

Parceria com Ubisoft

A Ubisoft é uma grande fabricante de jogos e, atualmente, está desenvolvendo o Ubisoft Quartz, uma plataforma que possibilita os usuários a adquirirem NFTs e utilizá-los dentro dos jogos. Para isso, a blockchain do Tezos será usada como suporte.

Como os jogos baseados em blockchain tiveram um grande crescimento no último ano, essa parceria entre Ubisoft e Tezos pode gerar resultados bastante positivos futuramente.

Vale a pena investir em Tezos?

Um dos projetos de criptomoeda que mais têm se destacado na economia blockchain, por conta de sua governança pelos usuários e poder de autocorreção, o Tezos possui algumas características interessantes e que podem ser benéficas aos criptoinvestidores.

Mas se você está iniciando na área agora, é muito importante ter em mente que o valor das criptos não são estáveis – na verdade, é o oposto disso. Por isso, fique sempre de olho nas notícias relacionadas ao Tezos, pois, antes de qualquer coisa, seu investimento precisa ser feito em segurança.

Quantas Moedas Tezos (XTZ) existem?

Hoje, 896,681,214.42 XTZ estão em circulação e, por não poder ser minerado, não existe um fornecimento máximo do token.

Em 2017, com a venda de tokens em seu ICO, 80% do suprimento dessa oferta inicial foi para investidores e 20% foi dividido entre a Fundação Tezos e a Dynamic Ledger Solutions.

Tezos (XTZ) é segura?

Por ser uma rede blockchain descentralizada, o Tezos não possui nenhum banco de dados central capaz de ser invadido por hackers ou afins. Além do mais, o fato de não possuir uma centralização significa que não há nenhum tipo de autoridade para controlar a blockchain.

Com um consenso pautado no staking, os participantes do Tezos só podem se envolver na governança da rede por meio de “baking”, mas isso só é possível para detentores que possuem 8000 XTZ. No passado, já foram necessários 10000 XTZ, mas, através de votações, o número foi reduzido para descentralizar ainda mais a rede.

Os Bakers, então, ficam encarregados de votar nas alterações propostas. As mais votadas são testadas em uma testnet por 48h e, posteriormente, implementadas dentro da rede.

Quanto custa um Tezos?

O XTZ é o token nativo da rede Tezos. Também conhecido como “Tez”, ele é usado para interagir com dApps, pagar taxas e proteger a rede.

Até a publicação deste artigo, o projeto encontra-se na posição 37 do ranking do CoinMarketCap e 1 XTZ é equivalente a R$ 9,16.

Gráfico XTZ

Toda a performance do Tezos você pode observar no gráfico presente em nosso site.

Como investir no Tezos?

O XTZ pode ser comprado em diversas exchanges de criptomoedas, inclusive aqui na Monnos.

Para investir com a gente, um passo a passo superfácil precisa ser seguido:

1. Baixe o app da Monnos em seu smartphone (iOS | Android);

2. Faça seu cadastro;

3. Deposite a quantidade de dinheiro que você quer investir (pode ser em real ou em cripto);

4. Comece a negociar o XTZ e outras mais de 80 criptomoedas!

Tezos Wallet

Quando uma criptomoeda é comprada, ela precisa ser armazenada em um local seguro – nesse caso, em uma carteira de critpomoeda.

Para o Tezos, as carteiras mais utilizadas são:

– Kukai;

– Trust Wallet;

– Ledger;

– Metamask;

– Trezor;

– Atomic Wallet.

Conclusão

Com o avanço da Web3, o Tezos tem se destacado consideravelmente entre os investidores de criptomoedas. Aliás, não só eles, mas também grandes empresas. 

Em 2020, por exemplo, uma das maiores instituições financeiras da França, a Societe Generale, fez um anúncio de que usaria a rede para testar moedas digitais. Além disso, nesse mesmo ano, a Lumis Lab, empresa de gerenciamento de inovação de Cingapura, se juntou ao Tezos e à Microsoft para aprimorar soluções em blockchain no sul da Ásia. 

Nessa parceria, o Tezos ajuda os provedores de soluções a construirem seus projetos na blockchain da rede. Enquanto isso, a Microsoft acelera a jornada por meio de orientações, atividades simplificadas de entrada no mercado e acesso aos recursos que disponibiliza em tecnologia.

Situações como essas podem se tornar extremamente comuns com o passar do tempo, fazendo com que a rede se transforme em algo forte e muito procurado pelas pessoas.

Para saber mais sobre o universo cripto e demais soluções escaláveis como o Tezos, acompanhe o blog da Monnos.

Posts Relacionados

Assine nossa newsletter e receba os melhores conteúdos sobre cripto semanalmente!

E-mail cadastrado com sucesso!

Erro ao cadastrar e-mail, tente mais tarde.