FIAT

Dinheiro fiat, ou fiduciário, é o dinheiro estatal. No Brasil, é o real. Em Portugal, é o euro.

A maioria dos países obriga os cidadãos a aceitar ou até manter suas reservas financeiras em dinheiro fiat, por isso ele também é chamado de moeda de curso forçado.

Houve uma época em que as notas de papel utilizadas eram lastreadas em ouro e outros metais. Depois, as notas passaram a não ter esse lastro.

No caso dos Estados Unidos, o governo chegou a proibir os cidadãos de possuir certas quantidades de ouro e fazer trocas usando o metal.

A Ordem Executiva 6102, assinada em 1933 pelo então presidente Franklin D. Roosevelt, determinou que todos os cidadãos estadunidenses deveriam entregar seu ouro ao Federal Reserve Bank, o banco central dos EUA.

Desde então, a quantidade de dólares circulando só tem crescido. No ano 2000, a quantidade de dólares circulando nos Estados Unidos era cerca de 600 trilhões. No ano 2020, era de 1.800 trilhões.

O futuro

As pessoas passaram a utilizar notas e moedas sem qualquer lastro, e são obrigadas a aceitar tal coisa por causa da legislação. Ao mesmo tempo, governos tem uma tendência a “imprimir dinheiro” para cobrir seus gastos.

Nó, brasileiros, temos o nome Collor como lembrança de quem é o verdadeiro dono dos reais que temos no banco.

Já se fala em “real digital” e outras moedas estatais em formato digital. A adoção completa de uma moeda digital estatal significaria um nível de controle sobre compras e vendas que daria inveja a qualquer ditador do século XX.

E o que o Bitcoin tem a ver com isso?

O Bitcoin é uma alternativa para proteção do seu patrimônio.

– Por motivos matemáticos e computacionais, haverá apenas 21 milhões de unidades disponíveis no mundo todo.

– Apenas você tem acesso a sua carteira, mediante uso de sua chave privada.

– A transferência de uma carteira para outra pode ser feita sem intermediários. Isso significa que você pode enviar dinheiro para algum parente seu em outro país sem a burocracia de um swift bancário. Carregar criptomoedas de um local para outro

  • Uma Cold Wallet é um carteira que serve para guardar criptomoedas de maneira offline, ou seja, sem estar conectado a internet. É mais segura que as demais carteiras.

  • AMM é uma sigla para Automated Market Maker, (em português, Criador de Mercado Automatizado). É um “robô” que faz a cotação entre dois ativos

  • Um application-specific integrated circuit (ASIC), que quer dizer circuito integrado específico de aplicação (ASIC), é um hardware, um equipamento, projetado para a mineração de uma criptomoeda.

  • ATH é uma abreviação para o termo "All Time High", que é o preço mais alto que um ativo já chegou em seu histórico.

  • O halving do Bitcoin é um evento que ocorre a cada 210.000 blocos adicionados e reduz pela metade a recompensa pela mineração do BTC.

  • Bag holder é um termo usado para definir alguém que manteve um ativo ao longo do tempo apesar da desvalorização constante de seu preço

  • Proof of Stake (PoS), ou “Prova de Participação”, é o nome dado a um mecanismo de consenso utilizado na validação de transações.

  • Um contrato inteligente, ou smart contract, é um contrato feito em linguagem de programação executado automaticamente entre duas entidades.

  • Exchanges, também chamadas de corretoras de criptomoedas, são sites onde pessoas compram e vendem criptomoedas e tokens.

  • O bear market é uma condição de mercado onde os preços em baixa e tendem a continuar caindo. É um momento de grande pessimismo.